quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

A princesa moderna

Como toda velha e boa princesa, todo dia no seu quarto real, fazendo de gato e sapato todos os criados do palácio. Pergunta, o que senti essa princesa quando senti-se superior aos serviçais? E quando explora a boa vontade da velha criadagem que a ajudou a crescer? Bem muita coisa não entende-se. A princesa que falo hoje é a princesa moderna, mas que continua com os velhos sonhos das princesas medievais: Um príncipe encantado, um palácio, um patrimônio, o luxo. Quando elas deixam a velha dogmática da família de encontrar uma pessoa boa para ir atrás do supérfluo, da boêmia, da vida boa, e vocês podem perguntar, e ela não está certa? Sim está, porque ela está pensando nela mesma.

Alguém hoje conhece um príncipe moderno? Esses não são mais tão difíceis de achar, não pela riqueza, pois existe muitos homens ricos, mas pelo o que significa ser Príncipe, ele é só a pessoa que herda a fortuna do pai? E que proporciona festas para suas presas e a deixam loucas de prazer, por proporcionarem um momento de felicidade junto ao rei e a rainha? Não se enganem pobres princesas, vocês nunca olham o lado masculino, os príncipes gostam de fazer média juntos aos pais para mostrarem que estão no comando do povo, mesmo antes de assumir o trono. Há e já houve príncipes gays também! Que ficavam com as mais belas mulheres nas “festas reais” para mostrar aos pais o quão pegadores e másculos eles são! Mas que imbecis! Alem de dar satisfação aos pais ainda têm que mostrar a sociedade o papel de “Príncipe”. Então vamos criar um conceito de Príncipes, o conceito é que existe Príncipes e Príncipes, uns mais tradicionais ( que seguem a risca o que os costumes trazem) e os radicais, que rompem drasticamente com os costumes hipócritas e imbecis da realeza, mas lembre-se eles sempre serão príncipes.

Mas se não existe príncipe perfeito o que as mulheres vão fazer? Sonhar com pobres mendigos que não podem dar um mínimo de conforto para elas? Claro que não, as mulheres têm que entender que há homens que pensam em algo maior, em algo superior e não só nessa vida boêmia de Príncipe, Esqueçam os PRINCIPES ENCANTADOS, POIS ESTES SÒ SÃO HOMENS COM FANTASIAS, ridículas fantasias por sinal, e outra coisa, deixem de pensar que são princesas, pois essas mulheres também só são mulheres com sonhos muiiiito distorcidos da realidade. Ela está certa em pensar em si mesma? Como mulher sim, como princesa não.

3 comentários:

Anônimo disse...

É uma ótima redação...
voce se expressa muito bem!
Mas eu não concordo com a sua visão pois acho que toda generalização é estúpida.
Porque em todos os casos Brian existem excessões...!
"Príncipes" é um conceito romântico do tipo de garoto que cada garota sonha.. e princesa (na minha opinião) não é aquela que tem dinheiro, mas sim aquela que se comporta como tal.
Eu posso achar um garoto com todas as características que eu sonho que um homem reúna e para mim ele vai ser O príncipe. Talvez ele o encanto dure 1 dia, 1 mes, 1 ano ou quem sabe a minha vida inteira... mas o que importa é que em algum instante ele foi um príncipe para mim.
Bem, no mais o blog ta liindo.;D
valeeu, xau.:)

Evita Perón disse...

Olha, não acredito em "Príncipes". e nem quando era garotinha acreditava, hehehehe.
O assunto abordado foi até bem peculiar, em visto aos textos atuais.
hasta o/

BrIaN O'NeaL disse...

bem pessoal..
Eu sei q nunm tem nada haver mesmo....
Mas eu queria ver seeu conseguia q algumas outras pessoas podessem ler...
E é o que aconteceu...

eu escrevi tbm.. como uma indireta.. para "Algumas pessoas"
entaum alem de peculiar.. como colocaram.. é tbm particular...
mas obrigadoo pela critica..muito bom essas criticas Construtivas
ahh.. e esses principes..
sempre terão.. espiritos de sapo...